Comentamos diversas vezes aqui no blog que o leilão, principalmente de imóveis, é um dos melhores métodos para aquisição de bens com preços competitivos (inclusive, quem quiser saber mais sobre isso, pode ler nosso post Mauro Zukerman elege as vantagens de comprar um imóvel em leilão). Apesar disso, é preciso se atentar a alguns detalhes, para que sua experiênciade compra em leilões não seja mal sucedida.

Mauro Zukerman, que é o leiloeiro mais reconhecido do país, orienta a prestar atenção em 3 erros que vocêdeve evitar de cometer em suas investidas em leilões. Confira!

1) Não ler atentamente as condições de venda

As condições de venda de qualquer leilão sempre estão disponíveis a todos os interessados nos editais. Informar-se sobre tudo que será de sua responsabilidade, assim como tudo que será responsabilidade de quem está leiloando é essencial para que você não entre em um negócio que poderá, futuramente, se arrepender. 

“Conheça também a empresa responsável pelos leilões, tente entender as fontes dos bens, pois tudo isso pode impactar em burocracias em caso de um arremate”, ensina Mauro Zukerman.

Principalmente se for sua primeira vez adquirindo um imóvel de leilão, informe-se sobre os documentos necessários, condições de venda, taxas que envolvem o negócio, prazos, formas de pagamento e tudo mais para que você siga tranquilamente com a transação.

2) Não buscar ajuda de especialista

Nem todo mundo é especialista nesse tipo de transação comercial. E tudo bem que sejamos leigos. O importante é contar com a ajuda de quem conhece o mercado para não acontecer surpresas indesejáveis.

“Um especialista em leilões pode te ajudar a entender melhor as condições de venda, e até mesmo acompanhá-lo em visitas programadas que algumas operadoras de leilões oferecem antes dos bens serem vendidos”, conta Mauro Zukerman.

3) Não realizar cálculos para projetar o valor final do lance

Quando se compra um bem em leilão, é importante ter em mente que há taxas envolvidas, e que o arremate não sairá apenas pelo lance do imóvel. Fora isso, existem taxas administrativas e taxas do leiloeiro também.

“Além de tudo isso, é importante que você se prepare, que faça projeções para saber, depois do lance inicial, até quanto você pode chegar para efetivamente arrematar o imóvel desejado”, informa Mauro Zukerman.

Leia sempre o edital. Quase todas as dúvidas nesse sentido podem ser esclarecidas nele. E se você ainda tiver dúvidas sobre como proceder em relação a compra de imóveis em leilões, leia também o post Mitos e verdades sobre leilões, onde Mauro Zukerman esclarece os principais aspectos desse mercado